top of page
Buscar

Curso de Odontologia promove 1º Inovatec Odonto

Evento reúne profissionais, docentes e estudantes até o dia 21 de junho


O I Inovatec Odonto está reunindo especialistas em ciência, tecnologia e inovação no ensino da odontologia para apresentar aos acadêmicos um panorama do que há de mais atual na área. O evento científico, entre os dias 19 e 21 de junho, é uma realização do Curso de Odontologia da Univille.

A abertura do evento traz a Joinville a presidente da Associação Brasileira de Ensino Odontológico (Abeno), Prof. Dra. Daniela Lemos Carcereri (FOTO), para falar sobre os desafios contemporâneos no ensino da odontologia.

No segundo dia, seis palestras exploram o desenvolvimento de: aplicativos, patentes, pesquisa em biologia celular, além de compartilhar as experiências com biomateriais e nanotecnologia, a ética em pesquisa e o fluxo digital – todos enfoques relacionados ao campo da odontologia.

O último dia do encontro aborda a inteligência artificial na odontologia e a inovação e o empreendedorismo na área, além de relatos de experiências.

“Queremos incluir na formação dos nossos acadêmicos o conhecimento sobre o que há de mais moderno e o que é tendência tanto no campo da pesquisa quanto no mercado. Para além da formação técnico-científica, é importante pensar em carreira e os palestrantes convidados vão contribuir muito para isso, pois possuem experiência destacada em tecnologia e empreendedorismo”, enfatiza o coordenador do curso de graduação em Odontologia da Univille, Luciano Madeira.

O I Inovatec Odonto é coordenado pelo Prof. Flares Baratto Filho e foi aprovado no edital Fapesc Proeventos. Conta ainda com patrocínios da Epog (Escola de Pós-graduação), da Contraste Radiologia Odontológica e da ÍCARO (Instituto Catarinense de Radiologia Odontológica); e apoio da Abeno e do Conselho Regional de Odontologia SC.


Unidade Avançada de Odontologia Digital

Desde o início deste ano, os acadêmicos contam com uma Unidade Avançada de Odontologia Digital, tecnologia inovadora na área, que permite experimentar planejamento e reabilitações funcionais e estéticas em fluxo digital. Diferente do método tradicional, que envolve diagnóstico, planejamento, moldagem e confecção de próteses em laboratórios na forma artesanal, o fluxo digital utiliza escâner intraoral para capturar imagens precisas da boca do paciente. Essas imagens são processadas por software especializado, que permite o design detalhado da prótese, seguido da fabricação por meio de uma unidade fresadora própria, no próprio ambiente ambulatorial, proporcionando um ajuste mais preciso, com qualidade e em menor tempo, o que resulta também  em uma experiência mais confortável para o paciente.

1 visualização0 comentário

留言


bottom of page