top of page
Buscar

Curso de Direito recebe Selo OAB de Qualidade

Cerimônia aconteceu em Brasília e reuniu diversas instiuições de ensino do Brasil


Em solenidade na sede da OAB Nacional, em Brasília, o Reitor professor Alexandre Cidral e a Coordenadora do Curso de Direito, professora Beatriz Regina Branco, receberam o Selo OAB Recomenda. O reconhecimento posiciona o curso de graduação em Direito da Univille entre os 15% chancelados pelo Conselho Federal. Esta é a segunda edição consecutiva em que a Univille garante a conquista.

Dos 1.257 cursos em todo país, apenas 198 alcançaram o mérito. Para o presidente nacional da OAB, junto com o Exame de Ordem Unificado (EOU), a chancela é um dos instrumentos fundamentais para a garantia da qualificação dos profissionais de Direito no Brasil. “Uma graduação bem cursada é um passo essencial para trilhar uma carreira profissional de sucesso. Somada à dedicação do aluno, a qualidade da instituição selecionada diz muito sobre o nível do ensino oferecido”, justificou Beto Simonetti.


Excelência nos resultados

O Selo OAB Recomenda considera o desempenho dos estudantes no Exame de Ordem Unificado e no Exame Nacional de Desempenhos dos Estudantes (Enade). Na última edição do Enade, o Curso de Direito da Univille ficou em 1º lugar entre os cursos de Joinville e em 6º, entre os cursos de Santa Catarina. Já no exame da Ordem, 6 em cada 10 estudantes da Univille já estavam aprovados quando se formaram. 

“Esse resultado se deve ao nosso trabalho ao longo de muitos anos. Todos nossos estudantes fazem o simulado da OAB no sétimo, no oitavo, no nono e no décimo semestre do curso, tanto da prova objetiva quanto da prova prática, que consiste na elaboração de peças e na resolução de problemas. Os alunos que se dedicam podem ter certeza que cursando Direito na Univille, a aprovação no exame da Ordem é praticamente garantida, graças a excelência do nosso curso”, destacou professora Beatriz.

Para o Reitor, a excelência é fruto dos investimentos permanentes no corpo docente altamente qualificado, nos escritórios-modelos, no Juizado Especial Cível dentro da universidade e em projetos de extensão que conectam os universitários aos desafios da profissão. “Sabemos da responsabilidade que temos enquanto instituição de ensino superior na formação de profissionais que lidarão com algo tão central para a sociedade, que é a Justiça”, enfatizou. "Representar nossos Professores, Estudantes, Pessoal Administrativo e Egressos foi emocionante e também me levou a refletir sobre o compromisso de uma universidade comunitária com a educação transformadora de vidas e da sociedade".

2 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page